Crônicas do coração
Bety Orsini


Bety Orsini reuniu aqui suas mais belas crônicas sobre a cidade de Niterói. E o fez com rara leveza e intimidade, a partir dos fios de ouro que ligam o particular ao universal. A cidade ao mundo. O passado ao futuro. E tudo com uma visão serena e delicada, aberta, livre de preconceitos, com seus olhos compridos e atentos - que visitam igrejas, praças e feiras, na história das ruas e das gentes - anônimas ou famosas. Poucos saberiam abraçar essa cidade com tamanho despojamento e poesia. Tenho para mim que Bety celebrou uma paixão antiga e solidária, profunda e sentida, dos matizes fortes e das melodias perdidas desta cidade. Seus leitores sabem que é Niterói. Mas podem imaginar uma cidade fictícia, porque tecida na confluência do sonho e da saudade. Saudade do agora, que é cada vez mais belo e misterioso.
Marco Lucchesi

  • Shunga e a saquepirinha no Café Parador
  • Tudo sobre minha mãe
  • Doce, doce amor
  • O adorável homem das neves
  • Olhai as aves do campo
  • Sexo, amor e pitaias
  • Vibrando de amor
  • Minha querida analista
  • A caixinha
  • As amigas
  • Eu sou feliz e você?
  • Pertinho do paraíso
  • Admirável mundo verde
  • Besame, besame mucho
  • Amigos para sempre
  • Carta de uma moça gordinha a um homem magro de alma gorda
  • A luz que nos protege
  • Bananas eróticas
  • Canção de outono
  • Deliciosos fracassos
  • A doce sabedoria da vida
  • Troque seu namorado por um pretinho básico
  • Uma tarde com papai
  • Uma profunda compreesão do humano
  • Amor com molho de tomate